Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 24 de outubro de 2010

Trastorno Bipolar






Sou o circo e suas cores,
sou a morte e suas dores,
sou o profundo do oceano,
sou o profundo do abismo,
sou a bipolaridade em vida.




Sou o choro gritado
na calada da noite,
sou as gargalhadas graciosas
numa manhã de domingo,
sou o som,sou o ruído.


Sou a ignorância,impetulância,
sou a paz ,bondade o amor,
sou amargura e caricias,
e não bipolar por graçA
,prestigio..
é que as vezes sou tão fraca,
tão fraca,fraca,tão forte...
é que eu tenho uma vontade imensa de te agarrar
e te beijar nesse exato momento,deitar no teu colo
e cantar de amor docemente aos teus ouvidos.


No entanto o que quero agora,
é te lançar no inferno,
pisar no teu corpo e te chutar para bem longe de mim.

Quero ser o centro dos teus pensamentos,estar no teu coração
quero gastar tua vida dilacerar teu coração

e o enterra-lo no quintal de minha casa.

Sou vuvuzelas,sou neons,
sou paixão e amores,
sou as danças em mim,as flores,
sou a juventude em vigor,
sou Carnaval,
sou nada, e quero nada,
sou o meio termo e já não sei se serei
completa ou feliz,são tantos eus que não suporto
alimentar...

Sou a euforia,e a depressão profunda,
e agora ate poderia me agredir,
será mais um ser em mim?é um elenco
essa doença cronica...pois bem...
vejo que continuarei aqui entre o céu e o inferno ao mesmo tempo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário